Centros de Saúde vão fazer colheitas para testes à COVID-19

Estes centros para além de disponibilizarem uma área dedicada a este tipo de doentes também estarão preparados para realizar recolhas de amostras para testes PCR, nos doentes com sintomatologia e suspeita de Covid-19.

São 8 os Centros de Saúde da RAM que dispõem de áreas dedicadas ao atendimento dos doentes respiratórios (ADR), com a possibilidade de realização de colheitas para testes à COVID-19.

Estas áreas existem nas unidades de saúde com maior número de utentes em circulação, nomeadamente, centros que dispõe de atendimento urgente e outros, tais como o Centro de Saúde do Bom Jesus e o Centro de Saúde de Santo António, no concelho do Funchal. Estes centros vão receber utentes dos centros de saúde de São Roque e do Monte, no caso do Bom Jesus, e os utentes da Nazaré serão encaminhados para Santo António.

Estes centros para além de disponibilizarem uma área dedicada a este tipo de doentes também estarão preparados para realizar recolhas de amostras para testes PCR, nos doentes com sintomatologia e suspeita de Covid-19.

Estes testes serão sempre efetuados após observação, se houver indicação médica.

Nesta fase os Centros de Saúde com ADR ativo são:

– Centro do Porto Santo

– Centro de Saúde Machico

– Centro de Saúde da Calheta

– Centro de Saúde de São Vicente

– Centro de Saúde da Ribeira Brava

– Centro do Bom Jesus (desde o dia 18 de novembro)

– Centro de Santo António (desde o dia 19 de novembro)

– Centro de Câmara de Lobos (desde o dia 21 de novembro)

Os centros de saúde de Machico, Calheta, Ribeira Brava, e São Vicente, já dispõem de áreas dedicadas aos doentes respiratórios e desde do dia 23 de novembro irão disponibilizar a possibilidade de realização de colheitas para teste à COVID-19, a suspeitos, sempre com indicação médica.

Os Centros de saúde de Santana e Porto Moniz irão disponibilizar atendimentos a doentes respiratórios mas caso seja necessário realizar teste PCR irão ser transferidos para os centros de saúde de Machico (no caso de Santana) e para o Centro de Saúde de São Vicente (no caso do Porto Moniz). Esta foi uma decisão das equipas técnicas.

Importa referir que a criação destes circuitos estão previstas no âmbito do plano da Saúde para o Outono- Inverno, apresentado no dia 16 de outubro, numa cerimónia presidida pelo Secretário Regional de Saúde e Proteção Civil, no Centro de Estudos do Atlântico.

Este plano é dinâmico e irá acompanhar a evolução da pandemia COVID-19 na RAM.

Fonte: madeira.gov.pt

Partilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email