Cercas sanitárias podem voltar, prioridade é salvar vidas

O presidente madeirense admitiu hoje que pode voltar a ter que decretar cercas sanitárias, se o número de casos assim o definir. A prioridade, lembra, é salvar as vidas.

O Governo Regional admite que possa vir a ser preciso estabelecer novas cercas sanitárias, Mas, só se tal for mesmo necessário, conforme enfatizou Miguel Albuquerque, durante conferência de imprensa que se seguiu ao início da campanha de vacinação contra a COVID-19.

Falando no Hospital Dr. Nélio Mendonça, o líder madeirense reiterou o que vem dizendo: «A prioridade é salvaguardar a Saúde Pública e a vida dos madeirenses e dos porto-santenses»

Desta forma, o presidente do Governo Regional vai avisando que se recusa a falar com as pessoas como se as mesmas estivessem numa creche. «Se não cumprirem, vamos ter de tomar medidas mais drásticas», salientou.

Quanto ao espetáculo de logo à noite, espera que as pessoas “tenham juízo” e que cumpram com as regras já definidas e que são para o bem de todas.

Fonte: madeira.gov.pt

Partilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email