Covid-19: Madeira já vacinou mais de 14.000 pessoas desde dezembro

VISÃO 12/02/2021

Mais de 14.000 mil pessoas já foram vacinadas contra a covid-19 na Madeira, mas o processo de imunização vai ser “muito duradouro” e adequado à disponibilidade de vacinas, disse hoje o diretor regional de Saúde, Herberto Jesus.

Estas vacinas foram administradas aos chamados grupos prioritários da primeira fase, nomeadamente ao sistema de saúde, à área social, aos serviços e forças de segurança, aos serviços críticos e também a pessoas com mais de 80 anos ou com mais de 50 [anos] e patologias associadas”, disse o diretor regional de Saúde, em conferência de imprensa, no Funchal.

Das 14.124 vacinas aplicadas no arquipélago desde o início da operação, em 31 de dezembro de 2020, 9.603 correspondem à primeira dose e 4.521 à segunda dose.

Herberto Jesus indicou também que já foram vacinados utentes nos onze concelhos que compõem a região autónoma, mobilizando cerca de 200 profissionais de saúde.

Esta semana foram ainda inoculados utentes e funcionários de seis instituições relacionadas com assistência social e a terceira idade.

“Fomos pioneiros na administração de vacinas a determinadas áreas do sistema de saúde, nomeadamente aos farmacêuticos e técnicos das farmácias comunitárias, aos médicos dentistas e assistentes”, acrescentou Herberto Jesus, adiantando que também já foi iniciada a vacinação de ajudantes domiciliárias.

A Madeira recebeu até hoje 23.205 vacinas da Pfizer e prevê receber mais 5.850 desta farmacêutica no dia 15 de fevereiro e outras 4.650 da AstraZeneca, em 19 de fevereiro.

Em março, está prevista a entrega de outro lote de 17.550 vacinas da Pfizer, perfazendo um total de 51.225 doses, o que permitirá inocular 25.000 pessoas, cerca de 10% da população do arquipélago.

O Plano Regional de Vacinação Covid-19 estabelece três fases, a começar pelos grupos prioritários, seguindo-se as pessoas com mais de 80 anos ou mais de 50 anos e outras doenças associadas e, depois, o resto da população.

A estimativa aponta que sejam vacinadas na Madeira 50 mil pessoas na primeira fase, outras 50 mil na segunda fase e, por fim, 100 mil pessoas.

De acordo com os dados mais recentes, o arquipélago da Madeira, com cerca de 260 mil habitantes, regista 1.660 casos ativos de infeção pelo novo coronavírus, num total de 6.253 confirmados desde março de 2020, e 62 óbitos.

Leia a notícia completa aqui.

Partilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email