Hospital COVID no SESARAM custou três milhões de euros

Presidente do Governo Regional explicou ao Presidente da República aposta na criação de um hospital só para doentes COVID completamente dissociado dos serviços e unidades do Hospital Dr. Nélio Mendonça. Um investimento de três milhões de euros, criado em 15 dias.

O Presidente da República e o Presidente do Governo Regional visitaram ao final da manhã a Unidade de Internamento Polivalente dedicada à covid-19, no Hospital Dr. Nélio Mendonça.

Trata-se, conforme explicou, na ocasião, a Marcelo Rebelo de Sousa, o presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, de um segundo hospital autónomo e dissociado das restantes unidades e serviços existentes no Dr. Nélio Mendonça, exclusivamente dedicado a doentes e a casos suspeitos COVID-19, por forma a assegurar a ausência de contágios.

Um investimento na ordem dos 3 milhões de euros implementado em 15 dias.

A unidade conta com enfermarias individuais, incluindo cuidados intensivos, obstetrícia e quartos de pressão negativa.

O diretor clínico do SESARAM, o médico intensivista José Júlio, indicou ainda que a implementação da unidade COVID implicou a alocação de recursos técnicos – monitores, ventiladores, etc – e formação específica para médicos e enfermeiros.

Fonte: madeira.gov.pt

Partilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email