Região conhecerá esta segunda-feira novo agendamento da vacinação contra a covid-19

JM MADEIRA 21/02/2021

O secretário regional de Saúde e Proteção Civil, acompanhado pelo vice-presidente do Governo Regional, visitou hoje o centro de vacinação contra a covid-19, no Madeira Tecnopolo.

No final da visita e já em declarações aos jornalistas, Pedro Ramos lembrou que já vamos no final da segunda semana em que começou a vacinação na população em geral.Neste momento, o governante recordou que estão a ser vacinados todos aqueles com mais de 80 anos, mas também aqueles que têm entre 75 e 79 anos e que, durante estes dois fins-de-semana, já foram vacinadas, no Madeira Tecnopolo, mais de 800 pessoas.

Como todos os concelhos têm um dia da semana atribuído, Pedro Ramos lembrou que, na próxima terça-feira, será na Calheta, na quarta será na Ribeira Brava e Machico, quinta-feira será em Santana e Santa Cruz e na sexta-feira em Câmara de Lobos e Ponta do Sol. Aos fins-de-semana a vacinação decorrerá no Funchal.

Satisfeito com o decorrer do processo de vacinação na Madeira, Pedro Ramos revelou igualmente que, assim que houver mais vacinas, será intensificado a velocidade de vacinação. Em permanente contacto com o responsável pela task-force nacional de vacinação, o vice-almirante Gouveia Melo, o secretário regional anunciou também que foi informado que, nesta segunda-feira, dia 22, haverá uma reunião da task-force nacional e que, no fim do dia, será informado acerca do novo agendamento para as regiões autónomas e para o país.

Pedro Ramos explicou que este primeiro agendamento será o primeiro da responsabilidade do militar há pouco tempo empossado. O anterior agendamento ainda tinha sido da responsabilidade de Francisco Ramos, que, entretanto, se demitiu.Em relação às vacinas da Astrazeneca, Pedro Ramos revelou que estas são aquelas que a Região está pronta para receber, ou seja, as 4.650 doses que estavam previamente atribuídas. O governante recordou que, numa primeira fase, a Madeira ia receber 1.825 vacinas e que prescindiu das mesmas porque ainda tinha doses da Pfizer. Agora, revelou, a Região vai receber agora a totalidade dessas duas remessas o que corresponderá a 2,5% em termos de proporção demográfica.

De salientar ainda que, até ao momento, já foram vacinadas na RAM cerca de 18 mil pessoas.O governante adiantou, a respeito, que já também foram criadas quotas de imunização na Proteção Civil, nos titulares de órgãos de soberania e nos serviços críticos.Quanto aos taxistas e motoristas de transportes públicos, Pedro Ramos explicou que a vacinação arrancará quando a Região tiver doses de vacinas que “permitam a vacinação da primeira dose e ainda um stock de vacinas para que a segunda dose seja feita no tempo que está recomendado”.

Notícia completa aqui.

Partilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email