Regras: Viagens para o Porto Santo

Foi determinada a obrigatoriedade dos viajantes que embarquem no Porto do Funchal com destino à Ilha do Porto Santo, serem portadores do teste PCR de despiste da infeção por SARS-CoV-2, com resultado negativo, realizado no período máximo de 72 horas anteriores ao embarque.

Viajar inter ilhas

Viagens Aéreas

Os passageiros que desembarquem no Aeroporto do Porto Santo devem ser portadores de teste PCR de despiste da infeção por SRAS-CoV-2, com resultado negativo, realizado no período  máximo de 72 horas anteriores ao desembarque, ou em alternativa, devem realizar com recolha de amostras biológicas à chegada, teste de despiste da infeção por SARS-CoV-2, a promover pela Autoridade de Saúde, devendo permanecer em isolamento profilático, no respetivo domicílio ou no estabelecimento hoteleiro onde ficará hospedado, até à obtenção de resultado negativo do referido teste.


Viagens Marítimas
Foi determinada a obrigatoriedade dos viajantes que embarquem no Porto do Funchal com destino à Ilha do Porto Santo, serem portadores do teste PCR de despiste da infeção por SARS-CoV-2, com resultado negativo, realizado no período máximo de 72 horas anteriores ao embarque.


Regras comuns às viagens aéreas e marítimas
Os residentes no Porto Santo que se desloquem para fora da Ilha do Porto Santo por um período até 7 dias, efetuam teste PCR de despiste da infeção por SARS-CoV-2 no 5.º dia após o desembarque, garantindo o seu isolamento profilático desde o regresso até à obtenção de resultado negativo do referido teste. Estes passageiros devem solicitar previamente à sua viagem para fora da Ilha do Porto Santo uma Declaração da Autoridade de Saúde do Porto Santo. A apresentação desta Declaração exceciona os viajantes da obrigatoriedade de na viagem de regresso ao Porto Santo serem portadores do teste PCR de despiste da infeção por SARS-CoV-2, com resultado negativo, realizado no período máximo de 72 horas anteriores ao embarque.


Os emigrantes, imigrantes, estudantes que regressam de férias e todos os que vão coabitar com residentes no Porto Santo, devem apresentar à entrada teste PCR de despiste da infeção por SARS-CoV-2 negativo, efetuado nas últimas 72 h, e repeti-lo entre o 5.º e 7.º dia após a data do último teste, garantindo o seu isolamento profilático.


Exceções:
– Crianças até aos onze anos de idade;
– Viajantes que estejam munidos de documento médico que certifique que o seu portador está: (1) recuperado da doença COVID-19 há menos de 90 dias, ou (2) vacinado contra a COVID-19, de acordo com o plano preconizado e respeitando o período de ativação do sistema imunitário previsto no Resumo das Caraterísticas do Medicamento.
 
Processo de Registo para o Viajante Inter-ilhas
O viajante com uma viagem entre as ilhas da Madeira e do Porto Santo, tem agora disponível a opção do registo individual no sistema MadeiraSafe (www.madeirasafe.com), que deve ocorrer com a antecedência mínima de 4 dias em relação à sua viagem.


O viajante deverá preencher todos os dados de identificação, com as especificidades da sua viagem inter-ilhas (incluindo o número de bilhete) e o concelho de residência.


Após o registo, o viajante será notificado do agendamento do teste através do e-mail fornecido no registo no MadeiraSafe, com a identificação do local e horário do mesmo.


Após a realização do teste, o resultado ficará disponível no perfil do viajante, no sistema MadeiraSafe, para consulta pelo próprio e para apresentação e verificação à entrada do navio, no Porto do Funchal.


O viajante será igualmente notificado do resultado do teste, através do e-mail individual fornecido no registo.


Apenas se o resultado for negativo, poderá seguir viagem. Em caso de resultado inconclusivo ou positivo, deverá manter-se em isolamento e aguardar o contacto das autoridades de saúde.


A realização do teste PCR de despiste da infeção por SARS-CoV-2 não comporta quaisquer encargos para o viajante.


No caso das exceções à obrigatoriedade de apresentação de teste à partida da Madeira (residentes no Porto Santo com estadas curtas na Madeira, pessoas recuperadas e vacinadas), os viajantes podem igualmente fazer o upload dos documentos comprovativos no sistema MadeiraSafe.
 
Em complementaridade a este processo de registo, está disponível a articulação direta com as autoridades de saúde, através do Gabinete de Apoio a Emergências em Saúde Pública e do seguinte e-mail: [email protected] .

4937_001-porto-santo

Partilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email